sábado, 29 de setembro de 2012

Lei do Ventre Livre

Foto: Márcia Adão
Hoje se registra o DIA DA LEI DO VENTRE LIVRE.
Não sei se é uma data digna de comemoração, mas certamente deve ser um dia para a reflexão, por nós, Negras, Negros e por não Negros - Brasileiros.

Falarmos do momento histórico em que promulgou essa Lei é falarmos da violência, da covardia e da crueldade da Escravidão no Brasil.

Mas porque não refletirmos sobre as muitas Mães Negras, jovens, que hoje não tem nenhum amparo legal, desde a conscientização sobre a responsabilidade da maternidade até a possibilidade do acesso a atividades Educacionais e de Saúde, passando pela Cultura e pelo Lazer, que poderiam retardar a maternidade, dádiva Divina concedida, somente a mulher, que vem acontecendo tão precocemente hoje em dia.
Podemos, também, refletir sobre o “FILHO DA MÃE PRETA”, que na maioria dos casos é Neto de Mãe Preta, Bisneto de Mãe Preta e por aí vai, retroagindo à escravidão. 
Poderíamos refletir sobre o que a sociedade publica e a privada reservam para esses?

Hoje é 28 de setembro, dia em que se promulgou a LEI DO VENTRE LIVRE EM 1871.
Pare um pouco e reflita sobre essa Data e sobre o que podemos fazer para mudar a realidade de MÃES DE VENTRES LIVRES e dos vários e muitos frutos desses ventres, seus filhos e filhas.
Certamente o Ventre das Mulheres e Moças (algumas meninas) Negras, não é uma fabrica de marginais, mas pode ser uma fabrica de cidadãos de um País mais justo e mais igual.

Lembre-se dessa data 28 de setembro – DIA DA MÃE PRETA.

fonte: Nayt Junior

Nenhum comentário: